NOTA DE ESCLARECIMENTO

02/06/2015 21:21

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE) está preocupada com o silêncio do Governo do Estado e garante que está difícil esperar. Na manhã desta terça-feira (02.06), a diretoria da entidade fez uma reunião emergencial para analisar os próximos passos. Será que vai ser necessário a Associação chamar a tropa, através de uma assembleia geral para que o governo volte suas atenções para nossas negociações em 2015?

Desde a última movimentação, em fevereiro deste ano, ficou acordado que retomaríamos a negociação no mês de maio com o Governo sobre os seguintes pontos: reajuste salarial; plano de cargos e carreiras; código disciplinar; Hospital da PM; chegou junho e, até agora, nada. Até mesmo as outras entidades representativas estão caladas. A ASPRA – PE encaminhou ofícios convidando todas para uma reunião e nem recebeu resposta.

Mandamos ofício para as demais entidades representativas para uma reunião no dia 20 e não vieram. Reiteramos para o dia 26 e não compareceram. Mandamos também para o Governo do Estado e Secretaria de Administração. Infelizmente, O Governo não se manifestou e só resta convocar uma Assembléia Geral com a categoria pra repassar o que esta acontecendo.

Seria muito importante que as demais entidades se juntassem a ASPRA – PE para que, juntos, possamos cobrar do Governo e lutarmos pelo o que nos foi prometido. A categoria merece respeito. O governador que tomou para si o Pacto pela Vida tem que tomar também as negociações com os PMs e BMs. .Eles estão há muito tempo empurrando com a barriga a situação  e agora queremos solução. A violência está aumentando, população está sofrendo e nós, que arriscamos a vida no combate ao crime, estamos abandonados à própria sorte.

 

 José Roberto Vieira – presidente da ASPRA - PE


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!