Diretores da ASPRA- PE participam de audiência sobre o caso R Vasconcelos

15/04/2015 09:00

“É preciso mudar o Código Disciplinar Militar com urgência”. Essa foi uma das afirmações do diretor da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE), Subtenente Ricardo Lima, durante sua participação no debate sobre o caso do soldado Wellington Ribeiro Vasconcelos e a legislação que estabelece punições aos policiais militares de Pernambuco. O evento aconteceu na Assembléia Legislativa, na manhã da terça-feira (14.04).

O presidente da ASPRA- PE, José Roberto Vieira, também participou. A luta pela mudança do Código é uma das pautas das reuniões da Comissão de Direitos Humanos também para policiais, a qual a ASPRA – PE integra.

Em janeiro deste ano, o soldado Vasconcelos registrou, em vídeo, críticas às condições de trabalho dos policiais, ao governador Paulo Câmara e à ex-ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário. Foi aberto um processo criminal que pode resultar na expulsão do soldado, com base no artigo 166 do Código Penal Militar, que proíbe a crítica pública a superiores ou ao Governo.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!