ASPRA - PE rejeita proposta do Governo

23/10/2015 11:40

 

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) está preocupada. A proposta apresentada pelo Governo do Estado quanto a nova Lei de Promoções dos PMs e BMs não foi satisfatória. A idéia do Governo é manter as promoções por merecimento e as promoções por antiguidade devem acontecer de dez em dez anos. Exemplo: após dez anos, como soldado, o policial ou bombeiro seria automaticamente promovido a cabo.

 

O problema é que, com base nesse sistema, o soldado no máximo chegaria a ter três promoções em seus 30 anos de serviço. Sendo assim, a proposta foi rejeitada e uma nova reunião deve acontecer. 

Outro ponto discutido foi quanto ao Hospital da PM. A ASPRA - PE tem conversado com a categoria e o desejo é de que a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros faça uma parceria com um plano de saúde. Assim, PMs e BMs passariam a ser assistidos pelo plano e o Hospital da PM poderia fazer parte da rede credenciada do trânsito.

 

As questões da Guarda Patrimonial também passarão a ser discutidas na mesa de negociação dos militares. Isso foi registrado em ata, na reunião de ontem. O secretário também se comprometeu em não enviar a proposta para a Assembléia Legislativa, já que a mesma foi rejeitada pelas associações. A próxima reunião acontece no dia 29, quando as associações devem levar uma contraproposta.

 

Participaram da reunião, o presidente da ASPRA – PE, José Roberto Vieira; os diretores Luciano Falcão e Subtenente Ricardo, líderes de outras entidades representativas; o Deputado Estadual Joel da Harpa; os comandantes da PMPE e do CBMPE, o secretário de Administração, Milton Coelho; a secretária de Relações Institucionais, Marília Lins e o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!