ASPRA-PE DENUNCIA PRECARIEDADE DE POSTOS E DE PRESÍDIO FEMININO EM PARATIBE

09/08/2016 22:38

 

Confira o vídeo no nosso canal do youtube: youtu.be/t8apa5mM8_I


A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE), através do presidente José Roberto Vieira e o diretor Lucas, esteve no presídio feminino de  Paratibe onde foram encontradas várias irregularidades, sobre as condições de trabalho.  Foram colchões, banheiro cama todos sem a mínima condições de uso.
Nas visitas aos postos, encontramos um policial da Guarda  Patrimonial trabalhando numa casa de recepção do  Governodo Estado, em Piedade. O imóvel, localizado na beira - mar, está abandonado, não tem banheiro, nem local para descanso. O policial fica numa situação de insegurança.


À noite, transitam pessoas viciadas em drogas e travestis. A  ASPRA-PE vem denunciar esse absurdo e falta de respeito com os policiais da reserva. Vamos levar isso ao Ministério  Público e entrar com uma ação contra o  Governo do  Estado.   Confira as fotos do presíio feminino e o vídeo na casa onde o policial está correndo risco de morte.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!